Normalmente ocasionado por traumas, podem causar dores de cabeça, enxaquecas, cansaço e dores nos músculos mastigatórios

Trata-se de um distúrbio de funcionamento da articulação temporomandibular (ATM), normalmente ocasionado por processos traumáticos, degenerativos e tumorais. A ATM é a articulação que une a mandíbula ao crânio e está localizada na frente do ouvido, usada para a fala e mastigação. Com o distúrbio, as principais consequências para os pacientes são dores de cabeça, enxaquecas, cansaço e dor nos músculos mastigatórios, além de travamentos e estalos na mandíbula ao abrir a boca.

O dentista é o responsável pelo diagnóstico da DTM e definir a gravidade do caso, fornecendo prognósticos e indicação de outros especialistas. Via de regra, as causas da DTM são multifatoriais e seu tratamento pode envolver diversos profissionais (diferentes especialidades da medicina – psiquiatria, otorrinolaringologia, fisioterapeutas, entre outros).

Entre os possíveis tratamentos para a DTM, está a colocação da placa de relaxamento muscular de Michigan (usadas para proteger os dentes e aliviar as articulações); o uso do laser de alta potência; termoterapia; acupuntura; aparelhos ortodônticos; reabilitação oral; e a cirurgia, em casos mais raros. Normalmente, os tratamentos reduzem as dores do paciente e permitem a realização de atividades simples, como a fala e a mastigação.

Até por haver a possibilidade de envolver diversos profissionais, os tratamentos podem variar de três a seis meses consecutivos até se atingir a cura ou a melhora significativa da maior parte dos sintomas relacionados a DTM. O paciente deve, após o tratamento, realizar visitas ao dentista a cada seis meses.

Causas e sintomas

Vários fatores podem causar a DTM: apertamento dental, morder lábios, bochechas ou objetos, mascar chicletes, bruxismo, estresse e até má postura. Alguns sintomas podem indicar o problema:

– Enxaqueca;

– Dores na face, nas articulações (ao mastigar e falar), na região cervical;

– Dificuldades de mastigação, especialmente alimentos duros e consistentes;

– Inchaço;

– Sensação da boca fora do lugar e limitação de abertura;

– Desvio da mandíbula e travamento ao abrir ou fechar a boca;

– Ruídos na articulação;

– Surdez temporária, sensação de ouvido tampado e zumbidos.