Conceito busca se aproximar ao máximo da naturalidade nos procedimentos restauradores

Ao realizar um procedimento, tanto o profissional quanto o paciente pensam no seu resultado final. E as expectativas são semelhantes: deixar o sorriso mais próximo do natural, mas conservando sua estrutura e mantendo a vitalidade do dente. É neste momento que entra a odontologia biomimética, mesmo em processos restauradores.

Quando precisamos recuperar um dente, é necessário também reparar os tecidos perdidos, seja de maneira parcial ou total. Uma das maiores preocupações é que o material substituto apresente semelhança, tanto nas características funcionais quanto mecânicas. De grosso modo, quanto mais próximo do corpo, melhores serão os resultados. 

A biomimética estuda os biomateriais, sua composição e seus comportamentos mecânicos, bem como sua estrutura natural para buscar substitutos melhores para a estrutura perdida, o que garante resultados mais seguros e mais eficientes nos procedimentos.  

Biomimética na odontologia

A biomimética apresenta alta aplicabilidade na odontologia, principalmente nas restaurações, diretamente relacionada à forma de se restaurar e ao material escolhido. A substância deve obrigatoriamente permitir a recuperação biomecânica do dente original, por meio da restauração.

“Com o conhecimento adequado das cargas do elemento dental, é possível encontrar os substitutos perfeitos para a estrutura debilitada. A ideia é que o dente biomiméticamente restaurado se comporte como um dente zerado, intacto”, comenta Paulo Nacarato, que aplica a Odontologia Biomimética em seu consultório, no bairro Jardins, em São Paulo.   

Os tecidos presentes na estrutura dental, como o esmalte e a dentina unidos pela junção amelo dentinária, permitem o funcionamento e a durabilidade estrutural. Alguns materiais não respeitam essa estrutura e, devido ao excesso de rigidez, podem causar danos permanentes ao paciente.

Estrutura dental

Formada pelo esmalte, dentina e tecido pulpar, a estrutura dental pode sofrer alterações por inúmeros fatores externos, como cáries, doenças periodontais, gengivites, ataques químicos ou físicos que modifiquem o sistema.

Com o avanço da odontologia, dos sistemas adesivos que possibilitam uma adesão confiável e do desenvolvimento de materiais odontológicos, é possível a recuperação da estrutura dental mais próxima do natural e da forma original.

Gostaria de saber mais sobre a Odontologia Biomimética? É possível agendar uma consulta por whatsapp! Venha até a Clínica Nacarato e converse sobre o futuro dos seus dentes e do seu sorriso.

Escrever um comentário

*

Seu e-mail não será publicado

Responsável Técnico - Dr. Paulo Nacarato (CROSP 36130)| Clínica Nacarato Odontologia (CROCL9597)

Logo Profissas

Agende sua consulta!