Problema provoca a exposição da raiz dos dentes, sensibilidade e infecção; saiba como tratar da retração gengival em São Paulo

Você sabe o que é a retração (ou recessão) gengival? Esse nome se refere ao deslocamento da gengiva, deixando-a exposta a sensibilidades e a possíveis inflamações. O profissional Paulo Nacarato, dentista no Jardins, em São Paulo, há mais de 30 anos, vai explicar as complicações da retração gengival e o que fazer para prevenir.

O que causa?

Existem diversas causas para a retração gengival, algumas causadas devido à má higienização bucal ou problemas em procedimentos. Veja os principais meios:

– Escovação brusca com uso de escova com cerdas duras;

– Inflamação nas gengivas devido ao acúmulo de placa bacteriana;

– Trauma oclusal (pressão nos dentes devido ao mau posicionamento);

– Movimentações ortodônticas ou restaurações dentárias;

Lesões cervicais não cariosas;

Quais as consequências?

A retração gengival expõe o colo dos dentes e a raiz, provocando alta sensibilidade ao frio, ao calor e até as cerdas da escova. Além disso, ela contribui para a inflamação gengival, prejudica a higienização bucal e a estética dental, já que os dentes ficam desproporcionais à arcada.

Outro problema comum com a exposição gengival é a cárie radicular, causada pela falta de proteção da dentina, que facilita a deterioração provocada pela cárie. É importante estar atento, pois essa categoria de cárie pode causar a perda do dente.

Como evitar a retração gengival?

Boas práticas de higienização, com escovas de cerdas macias e pouca pasta, auxiliam na prevenção da retração gengival. Veja outras dicas:

– Beber muita água para manter a mucosa hidratada;

– Manter uma alimentação saudável, com bastante vitamina C;

– Utilizar a placa de mordida de Michigan para dormir, pois o ranger dos dentes também provoca desgastes;

– Escove bem os dentes e não deixe de utilizar o fio dental diariamente;

– Elimine hábitos prejudiciais, como tabagismo, consumo frequente de bebidas alcoólicas.

Como tratar?

É possível tratar a retração gengival com procedimento cirúrgico ou não. Para a cirurgia, é necessário realizar um enxerto de tecido ou uma gengivoplastia, que reposiciona o tecido da gengiva nos locais com ausência.

Em casos não cirúrgicos, os espaços são recobertos com restaurações de resina ou, dependendo do caso, com lentes de contato de porcelana. “Cada caso deve ser analisado individualmente, mas sempre existe solução viável e com ótimos resultados estéticos”, diz Nacarato.

Está com problemas na gengiva e precisa da ajuda de um especialista? Agende o seu horário na Clínica Nacarato, nós fazemos clareamento gengival e tratamos casos de retração gengival em São Paulo.

Responsável Técnico - Dr. Paulo Nacarato (CROSP 36130)| Clínica Nacarato Odontologia (CROCL9597)

Logo Profissas

Agende sua consulta!
Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0